Buscar
  • Home n´ Joy

10 dicas para se manter quente e aproveitar mais a sua casa neste Inverno.

Cada vez mais passamos mais tempo em casa... Tem sentido o frio que faz lá fora? Vamos deixá-lo lá fora, tornando a sua casa mais acolhedora e quentinha.

Damos 10 dicas em como se manter quente neste Inverno, enquanto poupa dinheiro.


  1. Aproveite a fonte de energia do Sol, é gratuita:

Vivemos num país onde o sol brilha com frequência. Temos cerca de 300 dias em que o sol brilha, por ano, em Portugal. Assim, mesmo no Inverno, ele espreita constantemente, aproveite-o! Abra as cortinas/portadas durante o dia deixando a luz e a energia do Sol entrar. É uma energia de utilização simples, gratuita e que resulta. À noite feche as cortinas/portadas, pois poderão funcionar como camada de isolamento extra, ajudando a manter o calor no interior da sua casa. Para optimizar esta medida poderá optar por cortinas mais pesadas e/ou grossas, complementando a funcionalidade à estética.



2. Verifique portas e janelas:


Verifique as boas condições das suas portas e janelas, pois a sua deterioração poderá trazer problemas sérios à retenção de calor da sua casa.

Verifique as condições do seu isolamento, da caixilharia ou qualquer deterioração que possa afectar a retenção de calor, factor que o levará a gastar mais recursos e mais dinheiro para aquecer e manter o quentinho na sua casa. Será importante reparar estas alterações o mais rapidamente possível. Selar portas e janelas poderá ser um boa ideia antes da chegada do Inverno.



3. Isolamento e condições estruturais da casa:


Um isolamento eficaz é meio caminho andado para manter a casa quente, é importante que seja efectuado em condições e que se encontre em bom estado. Verifique as condições das paredes, pois fissuras ou danos estruturais podem afectar a eficácia térmica da sua casa e verifique ainda o telhado, este poderá ser causa de entrada de ar frio ou mesmo de infiltrações. Danos nestas estruturas poderão ser responsáveis por 1/3 da perda de calor gerada na sua casa, tornando-a pouco eficaz do ponto de vista térmico. A manutenção regular poderá ser o segredo para evitar surpresas desagradáveis.



4. Atenção ao seu chão:


Colocar tapetes em locais estratégicos da sua casa, ou pensar num chão mais agradável do ponto de vista térmico (chão de madeira, chão flutuante em PVC e/ou soluções mais complexas como chão radiante) poderá ser a solução.



5. Altere a disposição dos seus móveis:


Afaste os móveis das janelas e/ou saídas de ventilação, ou coloque-os estrategicamente em relações às estruturas de aquecimento. Verifique que as saídas de aquecimento e/ou ventilação ficam desimpedidas, optimizando o potencial máximo de calor, para que o seu momento de relaxamento seja confortável e acolhedor.



6. Lareiras:


Poderão ser uma solução elegante e romântica de aquecimento. No entanto prefira uma lareira fechada e/ou recuperar de calor que lhe permite maior eficácia energética. Para além do aquecimento efectivo estas soluções permitem a sensação de calor e aconchego percepcionado, aumento os níveis de conforto.

Existem neste momento soluções para aplicação de lareiras sem necessidade de chaminé e sem fumos ou odores desagradáveis, como as lareiras a álcool. Poderão ser uma solução apelativa se o que procura é o conforto das chamas, apesar de não serem tão eficazes no aquecimento.



7. Temporizador:


Se tem um sistema de aquecimento central poderá programa-lo para iniciar o aquecimento antes de chegar casa ou antes de se levantar de manha. Assim poderá ligá-lo previamente a uma temperatura mais baixa para ter a temperatura desejável na altura que necessita, ao invés de programar uma temperatura mais elevada, pois necessita de aquecer rapidamente para ir ao encontro das suas necessidades. Assim tornará não só a sua conta baixa e a sua eficiência alta, mas também o ambiente mais confortável. Não valerá a pena deixar o aquecimento baixo o dia todo, pois assim apenas pagará pelo aquecimento quando dele não necessita, mas poderá optimizar os timings.



8. Cortiça:


Numa altura em que se apela para o consumo do local e nacional e da utilização de materiais sustentáveis, a opção de revestimento com cortiça poderá ser uma opção aliciante. É duradoura, ecológica, reciclável e optima solução para melhorar a eficiência energética, para além de ser estéticamento agradável. É compativel com vários revestimentos de parede (tais como pedra, madeira ou betão, entre outros) e repele a água, podendo ser incorporada em divisões que apresentam risco de humidade. A cortiça pode servir como material de isolamento em paredes, pisos e telhados.



9. Use o forno para cozinhar:


A utilização preferencial do forno para cozinhar poderá ser conveniente por dois aspectos: não só permite aquecer a cozinha, pelo calor que emanará durante a assadura dos alimentos, como permite executar pratos deliciosos e quentinhos, tão agradáveis nesta altura do ano.



10. Não esqueça a decoração:


Paredes nuas tendem a tornar a casa mais fria, aposte na decoração! Coloque móveis junto ás paredes, molduras, quadros... O que fizer sentido para si.

A utilização de cores quentes nas paredes como tons de amarelo ou vermelho, poderão dar a sensação de conforto e tornarão a sua casa mais quente, pelo menos no que toca ao calor percepcionado.

Não se esqueça de detalhes como almofadas e mantas quentinhas que darão com certeza um toque de glamour a sua casa, mas também tornarão mais fácil o aquecimento individual. Nada mais romântico que partilhar um momento zen, com uma mantinha quente, um chá e um livro, ou com a sua cara metade. A imaginação é o limite!



Mantenha-se quente e mantenha-se seguro. Fique em casa a usufruir destas e mais dicas em como aproveitar mais a sua casa.



31 visualizações0 comentário

Sonhos que cabem na sua casa!

©2019 por Home n´ Joy Remodelações. Orgulhosamente criado com Wix.com